terça-feira, 30 de junho de 2009

Pimentão Recheado com Carne Moída

Comidinha de mãe é comidinha de mãe e pronto! Mais um prato básico, simples para o dia-a-dia que minha mãe faz e deixa todo mundo feliz e a cozinha fica muuuito perfumada:
pimentão-recheado
Ingredientes:
- 8 pimentões verdes pequenos
- 2 colheres (sopa) de óleo ou azeite
- 800gr de carne moída
- 1 cebola picadinha
- 4 dentes de alho amassados
- 1 colher (café) de tempero pronto
- 1 tomate picadinho
- 1 caldo de carne
- água que baste
- sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de Preparo:
    Com cuidado, lave os pimentões e retire as sementes sem corta-los por inteiro, só tirando a "tampinha". Reserve os pimentões limpos e as tampinhas.
    Numa panela, aqueça o óleo e doure a carne moída, deixe fritar bem. Junte o cebola, o alho e o tempero pronto, junte o tomate e deixe refogar e ficar bem sequinha. Ajuste o sal e a pimenta.
    Recheie os pimentões com esta carne refogada. Coloque numa panela com fundo largo, com um pouco de óleo já esquentando. De uma tostada nos pimentões, virando com cuidado para não desmanchar. Dilua o caldo de carne em dois copos de água quente e junte, deixe cozinhar até os pimentões ficarem macios, virando de vez em quando e juntando mais água se for necessário. Sirva com arroz branco e uma boa saladinha!

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Frango com Creme de Cebola

Nada mais gostoso que comida de mãe né?! Minha mãe faz um franguinho rapidinho, facinho e delicioso que eu amo. Hoje ela fez, dá vontade de ficar comendo até acabar de tão bom que é… ainda mais o molhinho que forma… para misturar num purê de batatas, ou no arroz, ou até mesmo no pãozinho… a que coisa engordativa e boa! Segue a receita…
Frango-com-creme-de-cebola 
Ingredientes:
- 8 sobrecoxas de frango temperadas a gosto
- 1/2 copo de requeijão de óleo de soja
- 1 pacote de creme de cebola
- 500ml de água
Modo de Preparo:
    Tempere o frango com antecedência e sem muito sal, deixe por pelo menos umas 5 horas descansando. Numa panela grande, aqueça o óleo e frite as sobrecoxas aos poucos até que fiquem bem douradas. Retire e escorra e vá colocando numa vasilha. Na mesma panela que dourou o frango, retire o excesso de óleo, junte o creme de cebola dissolvido na água e mexa bem, junte as sobrecoxas fritas e deixe cozinhar por uns 30 minutos em fogo médio com a panela tampada, mexendo de vez em quando. Deixe apurar bem, até o molho engrossar. Sirva com arroz ou purê de batatas.

sábado, 27 de junho de 2009

Gravatinha de Berinjela

gravatinha-de-berinjela
Ingredientes: - 250gr de macarrão gravatinha integral
- 3 colheres (sopa) de azeite de oliva
- 2 colheres (sopa) bem cheias de alho amassado (pode ser em pasta)
- 1 colher (café) de tempero pronto arisco com ervas
- 2 berinjelas pequenas picadas em cubinhos (c/ casca)
- 2 tomates grandes picados em cubinhos
- 3 talos finos de salsão picadinho
- 3 colheres (sopa) de molho pronto vitalle
- salsinha picadinha
- orégano
- sal
- pimenta-do-reino
Modo de Preparo:     Cozinhe o macarrão e reserve.
    Numa panela aqueça o azeite e doure o alho, junte a berinjela, deixe murchar. Junte o tomate e os temperos, refogue bem, até a berinjela começar a desmanchar. Junte o molho de tomate, acerte o sal e deixe apurar um pouco. Desligue o fogo e junte a massa. Misture bem e sirva.

Dal e Chapati

Esse friozinho pede uns cremes, sopas não é? Esse prato é típico da Índia, aprendi no Curso de Culinária Vegetariana, e fica bem saborosa. Esse pãozinho indiano é muito bom, além de servir de acompanhamento, você pode utilizá-lo para fazer wraps!
dal-e-chapati
Segue as receitas:
DAL (CREME DE ERVILHAS)
dal
Ingredientes: - 250gr de ervilha seca (não de lata)
- 1 cenoura grande picadinha
- 2 colheres (sopa) de azeite
- 1 e 1/2 colher (sopa) de curry
- 500ml de água (aproximadamente)
- sal a gosto
Modo de Preparo:     Numa panela de pressão, refogar o curry no azeite. Adicionar a cenoura picadinha. Misturar a ervilha (crua) ao refogado. Colocar água e sal e deixar na pressão por 15 minutos na pressão. Verificar se a ervilha está cozida (deixe sair o vapor sozinha, normalmente ela já vira uma pasta bem cozida), se necessário acrescente água ou ferva com a panela aberta para encorpar mais o creme.
    Deve ter a consistência de uma pasta cremosa. Sirva com o chapati.
CHAPATI (PÃO INDIANO)
chapati Ingredientes: - 2 xícaras (chá) de farinha de trigo (usei 1 de farinha de trigo integral)
- 1/2 xícara (chá) de farelo de trigo (pode usar farelo de aveia)
- 1 colher (sopa) de óleo de soja (usei azeite)
- 1 colher (sopa) rasa de fermento químico
- água gelada até dar ponto
Modo de Preparo:     Misturar todos os ingredientes secos. Adicionar o óleo. Acrescentar a água aos poucos até obter o ponto ideal da massa, sem grudar nas mãos (pode precisar de um pouco mais de trigo). Abrir os discos e assar em frigideira anti-aderente sem óleo.
Serve umas 5 pessoas.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Fritada de Fava

 fritada-de-fava
Ingredientes: - 300gr de fava
- 2 cenouras pequenas picadinhas
- 1 talo de salsão (ou mais) picadinho
- 1 pimentão vermelho picadinho
- bastante salsinha picadinha
- azeite
- 1 caldo de cogumelos
- sal a gosto
- 5 colheres (sopa) de shoyo
Modo de Preparo:
    Cozinhe a fava na pressão e escorra (10 minutos de pressão). Reserve.
    Numa panela grande e antiaderente, refogar o caldo de cogumelos com o azeite até dissolver bem. Juntar os legumes picados e deixar refogar bastante. Junte a fava, coloque o shoyo, acerte o sal, refogue bem para pegar gosto. Polvilhe bastante salsinha picadinha e sirva.
fritada-de-fava-02

Filé de Frango ao Curry

Para quem gosta de prato beeeeeeeeem picante!

filé-de-frango-ao-curry

Ingredientes:
- 5 filés de frango (temperados com sal, limão e pimenta-do-reino)
- 1 colher (sopa) de sopa de curry
- 1 colher (sopa) de margarina light
- 5 colheres (sopa) de azeite de oliva
- 1 colher (sopa) rasa de farinha de trigo
- 200ml de leite desnatado
- 3 colheres (sopa) de champignon picado em lâminas
- sal a gosto

Modo de Preparo:
    Aqueça o azeite e a margarina (tudo em fogo baixo), junte o curry e deixe soltar o aroma. Coloque os filés e deixe grelhar dos dois lados. Retire da frigideira e reserve.
    Na frigideira "suja", junte a farinha de trigo diluída no leite, o champignons e acerte o sal, deixe engrossar, mexendo sempre. Junte os filés reservados e desligue. sirva com arroz branco.
    Para suavizar, você pode juntar 1/2 caixinha de creme de leite light.

Sobre as Leguminosas

    As leguminosas são os grãos produzidos em vagens: feijões, lentilha, grão-de-bico, soja, ervilha, fava e amendoim. Este grupo alimentar deve fazer parte do seu cardápio diariamente. De acordo com a pirâmide alimentar, devemos comer uma porção deste grupo alimentar todos os dias.
    Este grupo alimentar é fonte de proteínas vegetais e apresenta em sua composição carboidratos complexos, fibras, vitaminas do complexo B, minerais como potássio, fósforo, magnésio, zinco, ferro, cálcio e pouca quantidade de colesterol e sódio.
    Embora as leguminosas possuam grande quantidade de ferro, um mineral importantíssimo para o corpo humano, o ferro presente nos alimentos deste grupo alimentar é de baixa disponibilidade, sendo indicado consumi-los em conjunto algum alimento, fonte de vitamina C (frutas cítricas, como: laranja, acerola, morango, goiaba, etc.), para que assim aumente absorção deste mineral.
    As leguminosas possuem fibras solúveis e insolúveis, que colaboram para um bom trabalho intestinal e contribuem para o controle dos níveis de colesterol no sangue. Além disso, este grupo alimentar tem baixo índice glicêmico, o que indica mais saciedade.
    Podemos encontrar também nas leguminosas, principalmente na soja, as isoflavonas, substância antioxidante, que como revelam alguns estudos, podem reduzir os níveis de colesterol, diminuir o risco de doenças cardiovasculares e equilibrar o hormônio feminino estrógeno, minimizando os sintomas da menopausa.
    A seguir, um pouco mais sobre cada leguminosa:
    Feijão: há muitos tipos de feijões, entre eles podemos citar: feijão-de-corda, feijão preto, roxinho, rosinha, branco, mulatinho, verde e outros. Podem ser preparados como saladas, massa para acarajé, feijoada, apenas cozidos e acompanhados do arroz tradicional, tornando-se uma mistura muito nutritiva. O valor calórico deste grão pode variar, de acordo com o tipo de feijão e a preparação.
    Lentilha: a lentilha é um grão muito saboroso, mas é muito importante ter cuidado com os ingredientes utilizados em sua preparação culinária, pois muitos acrescentam paio, lingüiça, bacon, tornando-a um prato muito calórico. Pode ser servida quente ou fria, em saladas, com arroz ou em sopas. Uma concha média de lentilha cozida fornece 105 kcal.
    Grão-de-bico: este grão pode ser consumido como salada, acrescentado em cozidos, sopas, etc. Uma colher de sopa do grão-de-bico cozido fornece aproximadamente 30 kcal.
    Soja: atualmente este é o grão mais estudado por muitos pesquisadores, pois possui inúmeras propriedades funcionais. Pode ser consumido como salada, acrescentado em sopas, cozidos, torrado, etc. Sua farinha pode ser ingredientes de bolos, tortas e biscoitos. A partir do grão podemos ter os seus derivados, como extrato leitoso (conhecido como leite de soja), queijo, farinha, proteína texturizada, conhecida como carne de soja, etc. Uma colher de sopa do grão cozido fornece em média 32 kcal.
    Ervilha: pode ser consumida seca ou verde; temos ainda ervilha em vagem conhecida como ervilha torta e a ervilha em grão. Encontramos em forma de salada, em recheios de forma geral, em omeletes, sopas e cremes, etc. Uma colher de sopa da ervilha em grão tem em média 18 kcal e 1 colher de sopa da ervilha em vagem cozida fornece 43 kcal.fava
    Fava: também conhecida como feijão-fava, quando verde é considerada uma hortaliça, depois de seca é uma leguminosa. É utilizada para o preparo de saladas ou acompanhada de arroz e cozida. Uma colher de sopa tem aproximadamente 67 kcal.
    Amendoim: apesar de pertencer ao grupo das leguminosas, apresenta maior teor de gordura, por isso, muito cuidado na quantidade a ser consumida. Utilizado em muitas preparações, como pé-de-moleque, paçoca, torrado salgado e doce, pasta, acrescido no frango xadrez, vatapá, cozidos e outras preparações. Uma colher de sopa de amendoim inteiro, cru tem em média 112 kcal.
    Hoje vamos aprender a fazer "Fritada de Fava" - mais uma receita do curso de culinária vegetariana!
    Vamos cuidar da nossa saúde né?!

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Almoço Saudável

Comer bem faz bem! Para o corpo e para a alma… ainda mais quando a comida além de ser saudável é gostosa! Segue minha sugestão:
Pescada Embrulhadinha, Legumes ao Alho e Arroz Integral com Tomatealmoço-saudável 
Pescadinha Embrulhada
Ingredientes:
- 4 filés de pescada branca
- sal
- pimenta do reino
- azeite de oliva
- alho amassado
- alecrim
- suco de limão
- papel alumínio
Modo de Preparo:
    Corte quatro pedaços de papel alumínio (que de para embrulhar os filés). Coloque o lado que brilha virado para cima (para dentro).
    Coloque sobre o papel alumínio uma colher (sopa) de azeite de oliva, por cima do azeite coloque o filé de pescada. Polvilhe sal e pimenta-do-reino a gosto, espalhe uma colher (café) de alho amassado sobre cada filé, coloque alecrim e regue com suco de limão (tudo a seu gosto). Feche os embrulhinhos, coloque numa assadeira, pré-aqueça o forno a 180°C, abaixe o fogo e deixe assar por uns 20 minutos, abra o papel alumínio, e deixe mais 10 minutos para dourar.
Legumes ao alho
Ingredientes:
- 1 pacote de 250gr de legumes congelados (couve-flor, brócolis e cenoura)
- 5 dentes de alho cortados em rodelas
- azeite de oliva
- sal e pimenta-do-reino a gosto
- 1 colher (sopa) bem cheia de semente de linhaça
Modo de Preparo:
    Coloque os legumes congelas em um recipiente com água quente e sal, deixe uns 10 minutos, escorra bem e reserve. Numa frigideira, coloque azeite no fundo, aqueça, junte o alho e deixe dourar, junte os legumes, tempere com sal, pimenta e deixe fritar. Coloque a linhaça mexa bem e sirva.

Brotos de Alfafa

Oiees...
Aprendendo, experimentando e compartilhando.
Lá onde fiz o cursinho de culinária vegetariana, eles produzem e vendem broto de alfafa. Pode ser utilizado como salada ou em sopas, quando você olha para ele, pensa "Huum... que estranho", mas se for bem preparadinho ele fica gostoso, é macio e não tem gosto forte. Claro que não é uma maravilha dos deuses, mas é muito saudável, nutritivo e agradável!
Daí, comprei um potinho de brotos de alfafa para fazer em casa, fiz um molhinho de mostarda e ficou 10!
Molho de Mostarda
Ingredientes:
- 3 colheres (sopa) de mostarda Hemmer com ervas finas
- 6 colheres (sopa) de azeite de oliva
- 1 sachê arisco para salada
- 1 pontinha da colher de café de tempero pronto arisco com ervas
Modo de Preparo:
    Mistura tudo, bata bem com o garfo e coloque por cima da salada!
saladinha-de-broto-de-alfafa
Algumas coisas sobre os brotos que andei pesquisando...
Brotos = Proteínas!     As proteínas das plantas são facilmente assimiladas pelo corpo humano, são pobres em gorduras e praticamente não contém gordura saturada e colesterol.
    As proteínas são construídas de "blocos" chamados aminoácidos. Dos oito aminoácidos essenciais, os brotos de feijão (moyashi) são ricos em sete, superando a carne e o ovo em alguns casos.
    O broto de alfafa possui grande quantidade de substâncias bioflavonóides (antioxidantes naturais produzidos pela planta como mecanismo de proteção) que atuam como anticancerígenos nas células humanas.
    Vitaminas A, C e E previnem a oxidação de gorduras no sangue, inibindo assim a formação de radicais livres no organismo. Os brotos são boas fontes dessas vitaminas, principalmente A e C. Possuem também alta concentração de minerais.
    São utilizados em dietas por atletas, substituindo a carne, além de ser utilizado como fitohormônio pelas pessoas que precisam de reposição hormonal e não podem fazê-lo através de produtos sintéticos.
    O cultivo dos brotos não necessita de agrotóxicos, pois são colhidos prematuramente, ainda com altíssima energia vital.
    A alimentação viva - ou raw food - é muito praticada em todo o mundo e pouco difundida no Brasil, embora bons restaurantes já tenham os germinados em seus cardápios.
Como servir os brotos
    Transfira os brotos colhidos para uma vasilha funda, com água. Agite a água e os brotos vigorosamente com as mãos. Os brotos que oferecem cascas deverão soltá-las em grande parte. A agitação da água também permite limpar os resíduos metabólicos (açúcares) das superfícies dos brotos, o que evita a formação de gases no seu organismo.
    Os sabores dos brotos não são primores para satisfazer nenhum gourmet, mas eles são tão saudáveis que uma dieta à base de brotos pode melhorar e muito a sua saúde. Portanto, experimente cada um em separado e veja quais as misturas que você mais gosta.
    Se você ainda não está acostumado(a) aos sabores dos brotos, enriqueça a comida do dia a dia ou a salada. Alguns têm gostos mais picantes, outros mais amenos.
    Experimente misturá-los ao Tofú (queijo de soja) com azeite de oliva e orégano (esfregue este entre as mãos antes de jogar sobre a comida).
    Se você gosta de um toque doce, experimente cortar cubos pequenos de maçãs (sem casca e sem sementes) e misture com uvas-passas e com os brotos (inteiros). Misturar flores comestíveis ("capuxinhos") também dão um toque especial.
    Outras boas misturas são tahini (pasta de gergelim), babaganoug (pasta de berinjela com tahini) e a própria berinjela assada no forno (asse bastante no forno, bata, sem a casca, com algumas gotas de limão e azeite de oliva, no liquidificador). Ou seja: invente e tente!     Brotos crus também são bons para misturar a sopas de legumes, principalmente às mais consistentes (batidas no liquidificador) como a de abóbora com ervilhas. Experimente a sopa de brotos colhidos a 1 ou 2 dias.
    Saladas de brotos, temperadas à gosto, também são opções para quem não os aprecia in-natura
    Lembre-se que todo alimento cozido perde as enzimas que ajudam na digestão, assim como boa parte da energia vital. Prefira comê-los crus ou misturados com cozidos.
Fonte: http://www.tudosobreplantas.com.br/asp/materias/materias.asp?link=brotos

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Frango com Ervilhas

Frango-com-Ervilhas01 

Ingredientes:
- 3 peitos de frango sem osso, cortados em 06 partes
- Temperos a gosto
- Fatias de presunto
- Fatias de queijo Mussarela
- 6 cebolas em lâminas
- 2 dentes de alho em lâminas
- 1 pacote de ervilhas frescas
- Sal e pimenta a gosto
- Ervas secas para polvilhar

Modo de Preparo:
    Tempere os frangos e deixe marinando por pelo menos 2 horas. Frite as cebolas em um fio de azeite, até que estejam bem douradas. Em uma frigideira ao lado, frite o alho, junte um pouco da cebola já frita e adicione a ervilha, coloque sal e pimenta. Reserve.
    Frite os peitos de frango em um pouco de azeite bem quente, apenas para lhes dar cor. Arrume-os em assadeira, e coloque sobre cada pedaço uma parte das cebolas fritas, uma fatia de queijo e de presunto, ervas secas. Coloque entre os pedaços as ervilhas, e leve ao forno para gratinar (uns 20 minutos). Sirva com arroz, salada verde e um bom vinho.

Frango-com-Ervilhas

domingo, 21 de junho de 2009

Nhoque Recheado

Uma experiência ótima, arriscada e aprovada! Eu  e minha mãe (principalmente minha mãe) costumávamos fazer o nhoque tradicional, cortadinho com molho. Até que um dia, meu querido “namorido” disse: imagine fazer uma bolota de nhoque com queijo dentro e molho de carne… dai, eu que adoro uma idéia nova, arrisquei, coloquei minha mãe na cozinha hoje de manhã e fomos fazer nosso nhoque recheado, e… deu certo!!!! Podem fazer que fica muito gostoso. Segue a receita:
nhoque-recheado 
Ingredientes:
- 2kg de batatas
- 1 ovo
- 1 colher (sopa) margarina
- sal a gosto
- trigo quanto baste (1kg mais ou menos)
- 300gr de mussarela picadinhas em cubos (1cmX1cm)
- 300gr de carne moída
- 3 colheres (sopa) de azeite
- 1 cebola picadinha
- 4 dentes de alho amassados
- 1 caldo de carne
- sal e pimenta-do-reino a gosto
- 1 colher (café) de páprica picante
- 3 sachês de molho pronto
- 200ml de água
- salsinha picadinha a gosto
- 100gr parmesão ralado

Modo de Preparo:
    Molho: aqueça o azeite, doure a cebola e o alho, junte a carne moída e refogue bem até fritar. Junte os temperos e o molho, mexa bem, junte a água e deixe ferver até reduzir e o molho encorpar. Reserve.
    Massa: Cozinhe as batatas em água e um pouco de sal, amasse ainda quente (batata boa, que não tenha muita água). Junte o ovo, a margarina e o sal, mexa bem, coloque metade do trigo e misture, a massa vai ficar um pouco grudenta ainda. Vá juntado trigo aos pouco na mão e fazendo bolinhas e recheando com um pedaço de mussarela (como se fosse bolinho de queijo), cozinhe as bolinhas em água fervente com água e sal, até que subam sozinha. Escorra as bolinhas e coloque numa assadeira grande. Coloque por cima o molho reservado, polvilhe com parmesão ralado e leve ao forno para gratinar. Sirva!
nhoque-recheado02

Curso de Culinária Vegetariana

     Oi queridas(os) amigas(os)! Espero que esteja tudo bem com vocês, por aqui está tudo muito bem!
Sierra Exif JPEG                     Bom, venho compartilhar com vocês, minha experiência: ontem a tarde participei de um “Curso de Culinária Vegetariana” muito legal, muito explicativo e útil. Não é um lugar onde as pessoas ficam te obrigando a se tornar vegetariana, claro que eles incentivam essa filosofia e vida… mas o objetivo do curso é ensinar as pessoas a se alimentar de forma saudável, aproveitando o que há de melhor de cada legume, fruta, verdura… e como prepará-los de forma que fiquem saborosos e apetitosos.
     O curso de ontem teve como tempo os feijões. Forma ensinadas quatro receitas, cada uma com um tipo de feijão. Mas não era só ensinar receitas. Durante o preparo dos pratos, falavam sobre as propriedades dos alimentos.
     Os vários tipos de feijões trazem tantas vitaminas que nem imaginamos, e se combinados com outros legumes, verduras melhor ainda… e também, mostram o benefício que nos traz o uso de alimentos orgânicos, alimentos que não contém químicos, agrotóxicos… como são muito mais saborosos!!!
     As receitas ensinadas foram: Hambúrguer de Lentilha (que curso de culinaria vegetarianaacompanhou uma saladinha verde, broto de alfafa e tomate seco triturado); Creme de Ervilha e como acompanhamento Chapati (Pão Indiano); e uma Fritada de Fava. Todos muito saborosos e bem temperados. O uso de curry faz uma grande diferença no aroma e no sabor dos pratos… ficou tudo muito gostoso… 
     Agora vou testar em casa, e conforme o passar dos dias vou postando aqui as receitas, as fotos e as informações nutricionais também… afinal, esse é meu objetivo, compartilhar o que aprendo com todas(os) vocês!
     Ah, recebi também alguns panfletos de lugares que vende comida saudável congelada aqui em Piracicaba… ainda não comprei… vou testar essa semana, mas vou deixar aqui as informações para quem desejar comprar.
     Espero que aproveitem bastante!
Cursos de Alimentação: Princípios de alimentação que orientam a saúde
     Nelson Muradian (Engenheiro Agrônomo)
Ginástica Chinesa (Lian Gong) em 18 terapias
     Analícia Foltran (Prof.ª. de Educação Física e Ginástica Chinesa)
Fone: (19) 3301-2737
e-mail: nelmura@yahoo.com.br
Rancho Orgânico venda de produtos orgânicos em geral
Rua Santa Cruz, 703 - Bairro Alto - Piracicaba/SP
Fone: (19) 3432-7703
Emporium Alimente
produtos congelados saudáveis
Av. Armando Salles de Oliveira, 1415 - Verano Mall - Loja 7
Fone: (19) 3434-1895
www.emporiumalimente.com.br
Natureba - Comidinhas Vegetarianas
alimentos saudáveis, congelados, para o dia-a-dia, festas, etc.
Rua José Pinto de Almeida, 1114 - Centro - Piracicaba/SP
Fone: (19) 3371-9147

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Sabor Pimenta!

pimenta02 Como eu adoro usar pimentas nas minhas receitas, sou apaixonadas por conservas picantes e uma boa comida nordestina… juntei o material que pesquisei sobre essa riqueza e agora vou compartilhar com vocês.
PIMENTAS
    Ingrediente popular em muipimentatas culinárias típicas, a pimenta dá um toque picante e sedutor a muitos alimentos, algumas das variedades mais brandas são consumidas como petisco de baixa caloria.  
    O sabor picante da pimenta se deve ao CAPSAICINÓIDES, substâncias insípidas e inodoras mas que provocam sensação de ardência agindo diretamente nos sensores de dor localizado na língua.
    Para pessoas que estejam resfriados ou com alergia consumir pimenta pode propiciar alivio passageiro à congestão nasal e dos seios da face.
    A pimenta é mais nutritiva que o pimentão-doce e as variedades vermelhas costumam apresentar um conteúdo nutricional mais alto do que as verdes. São fontes muito boas de antioxidantes em especial de betacaroteno e vitamina C.
pimenta01
Usos e Modos de Consumo     Os diferentes tipos de pimentas têm várias formas de preparo e modos de consumo, sendo uma das hortaliças mais versáteis para a indústria de alimentos. As pimentas doces e picantes podem ser processadas na forma de pó, flocos, picles, escabeches, molhos líquidos, conservas de frutos inteiros, geléias etc. As pimentas picantes ainda são utilizadas pela indústria farmacêutica, na composição de pomadas para artrose e artrite, no famoso emplastro Sabiá, e também pela indústria de cosméticos, na composição de shampoos anti-quedas e anti-caspas. A capsaicina, substância responsável pela pungência dos frutos, pode ainda ser utilizada como arma na forma de ‘spray' de pimenta.
    Os produtos do processamento de pimentas doces e picantes podem ser divididos em três tipos, de acordo com sua utilização na indústria de alimentos:
        (1) flavorizantes: frutos processados ainda verdes ou maduros, que dão apenas sabor e aroma ao alimento, sendo a coloração uma característica secundária;
        (2) corantes: sua função principal é dar cor aos produtos, como a páprica vermelha, que pode ainda ser suave ou picante;
        (3) pimentas picantes: usadas para a confecção de molhos em pastas (ou líquidos) ou em conservas, como os tipos ‘Malagueta’ e ‘Jalapeño’.
Desidrataçãopimentas2
    A desidratação é um dos métodos mais antigos de processamento de alimentos, e tem como vantagem a conservação de características organolépticas e dos valores energéticos dos produtos. Com a crescente preferência por parte dos consumidores por produtos naturais, os vegetais desidratados (frutos ou hortaliças) têm desempenhado um papel importante no sentido de satisfazer estas necessidades.
    Entre os condimentos, o pimentão ou a pimenta doce maduros tem ganho importância na indústria de processamento de alimentos devido a presença de um concentrado de pigmentos naturais na polpa de seus frutos vermelhos e maduros. A coloração vermelha dos frutos é devida a presença de carotenóides oxigenados (xantofilas), principalmente capsorubina e capsantina, que correspondem a 65-80% da cor total dos frutos maduros. Tais pigmentos têm sido largamente utilizados como corantes em diversas linhas de produtos processados como molhos, sopas em pó de preparo instantâneo, embutidos de carne, principalmente salsicha e salame, além de corante em ração de aves.
    A área cultivada no Brasil com pimenta doce para processamento industrial na forma de pó (páprica), ainda é muito pequena (cerca de 2.000 ha) e boa parte da produção é exportada. O mercado externo é extremamente exigente quanto a qualidade do produto. Para atender esta demanda é essencial a escolha de uma cultivar adequada, com polpa grossa, alto teor de pigmentos, elevado rendimento industrial e que produza um pó com grande estabilidade. Quanto ao mercado interno, o consumo de pimentão na forma desidratada basicamente restringe-se à indústria de alimentos como condimento/tempero em sopas de preparo instantâneo e em molhos, além da venda a varejo, onde é comercializada em pequenos frascos como tempero. Grande parte da população brasileira desconhece a existência e a composição da páprica e sua utilidade na culinária, mas existe um grande potencial para uma maior popularização deste condimento.
    Os frutos de pimentas picantes podem ser desidratados e comercializados inteiros, em flocos com as sementes (pimenta calabresa) e em pó (páprica picante - condimento). A pimenta 'calabresa', por exemplo, é um produto do processamento de pimentas do tipo 'Dedo-de-Moça' e 'Chifre-de-Veado', também denominadas de pimentas vermelhas, que caracterizam-se pela espessura fina da polpa e a presença de um grande número de sementes. Estas características são importantes porque permitem uma desidratação mais rápida dos frutos e maior rendimento, respectivamente, interferindo na qualidade do produto final e custo de produção. O processamento consiste de duas etapas principais: a moagem e a secagem. Nas pimentas desidratadas, a coloração, a pungência e a ausência de contaminantes são especificações importantes para a comercialização. Alternativas simples e econômicas, como o uso de secadores de frutas e hortaliças de pequeno porte evitarão não só a influência de oscilações climáticas (em secagem feitas ao sol), como também a contaminação do produto por fatores externos durante a secagem natural.
Molhos e conservas      É crescente também o mercado para molhos de pimentas em conserva ou líquido, tanto para indústrias de grande porte, quanto para indústrias caseiras. Existe uma grande diversidade de tipos varietais, alguns com múltiplos usos e outros de uso mais específico. Frutos de pimenta 'Malagueta', 'De Cheiro', 'Bode Amarela', 'Bode Vermelha', 'Cumari Vemolho-de-pimentarmelha' e 'Cumari do Pará' são usados principalmente em conservas de frutos inteiros. As pimentas do tipo 'Jalapeño' e 'Cayenne' são utilizadas para fabricação de molhos líquidos porque têm frutos maiores, com polpas mais espessas e de coloração vermelha. Frutos verdes de pimenta 'Jalapeño' também são utilizados em conservas e em escabeches (cortados em pedaços).
    As pequenas e médias indústrias processadoras de pimentas são carentes de parâmetros químicos, físicos e microbiológicos de controle de qualidade. Os principais pontos de estrangulamento são a falta de qualidade das matérias-primas utilizadas, a ausência no mercado de equipamentos adequados para a produção em pequena escala, higiene durante o processamento e a necessidade de adequação dos processos de produção de conservas, molhos e outros produtos a base de pimenta.
    Para o preparo de conservas e de molhos líquidos, é importante utilizar matéria-prima de ótima qualidade e sem danos e submeter o produto ao processo de pasteurização. As conservas e os molhos devem ser armazenados ou conservados em vidros esterilizados, identificados com etiquetas com informações básicas sobre o produto, como marca comercial, tipo de pimenta, nome e endereço do fabricante, data de fabricação e validade, entre outros.
Apimente sua dieta e emagreça     Uma mordiscada mais picante é permitida e até diminui o apetite.
    Bactericida, anti-oxidante, expectorante, descongestionante, ajuda no combate de reumatismos articulares e ainda age no sistema nervoso ao liberar noradrenalina e adrenalina, que diminuem o apetite para as refeições seguintes. Você sabia que a pimenta é capaz de tudo isso? (a pimenta é um dos alimentos termogênicos*, saiba como eles afetam sua dieta)
    Pois usada com moderação, ela é um ótimo tempero tanto para quem quer perder peso quanto para atletas e interessados em aumentar sua qualidade de vida. Mas atenção: As mais picantes são prejudiciais para quem tem úlceras, gastrites ou hemorróidas.
    A capsaicina contida na pimenta também estimula as terminações nervosas da boca. A estimulação em excesso pode destruir esses sensores, afetando o paladar. Essa é uma das causas do aumento da tolerância à ardência em pessoas que passam a comer pimentas cada vez mais fortes.
Tipos de pimenta e seus benefícios:main
    Pimenta Calabresa: É obtida a partir da desidratação e flocagem da pimenta vermelha (dedo-de-moça). Muito usada na culinária brasileira, principalmente na elaboração de linguiças e outros embutidos, molhos vermelhos de macarrão, entradinhas italianas e molhos de carne e lombo, que ficam com um sabor mais picante. Benefícios: alivia os sintomas da enxaqueca e tem ação bactericida.
    Pimenta Chile: Cultivada pela primeira vez no México, é uma das 150 variedades da malagueta. Usa-se seca, substituindo a pimenta vermelha fresca, mas com moderação, pois seu ardume é intenso, porém saboroso.
    Pimenta Habanero: Em forma de lanterna, é a mais forte das pimentas e seu sabor persiste bastante na boca. As cores variam entre amarelo, laranja e vermelho. Originária do Caribe e da costa norte do México, foi a primeira pimenta a ser cultivada pelos Maias. É usada fresca, seca ou em molhos bem diluída.
    Pimenta da Jamaica: Encontra-se em forma de baga, usada preferencialmente moída na hora. Aplica-se bem em conservas, marinadas, carnes de caça, charcutaria, doces, tortas e pudins, devido ao seu sabor pouco picante e ligeiramente adocicado. Benefícios: ação antioxidante e rejuvenescedora da pele.
    Pimenta-de-cheiro: Esta é uma, das duas principais pimentas usadas na culinária brasileira. Conhecida também como pimenta bode, típica da culinária baiana e nordestina, é arredondada ou achatada, vermelha e amarela. É muito picante e os frutos maduros são utilizados principalmente em conserva. Benefícios: tem ação antioxidante.
    Pimenta-do-reino: É a baga de uma trepadeira, cultivada nas regiões norte e nordeste do Brasil. É considerada a rainha das especiarias. Pode ser usada inteira ou moída na hora. É encontrada nas variedades branca, preta ou verde.
           branca: mais indicada para molho branco, conserva de legumes, molhos picantes, temperos para carnes de coelho e frango e grande maioria das receitas salgadas. Benefícios: dissolve o muco dos pulmões, expectorante e descongestionante. (previna-se contra os males respiratórios típicos do inverno)
            preta: vai melhor com carnes, peixes, saladas, patês de queijo, conservas e molhos. Benefícios: dissolve o muco dos pulmões, expectorante e descongestionante.
    Pimenta Caiena: É uma variedade da malagueta. Além de saborosa, é uma pimenta que concentra a maior quantidade de vitaminas. Em pó, é usada em pratos que pedem um sabor mais picante. é ideal para molhos para carnes, lombo, peixes e picles. Benefícios: regula o fluxo sanguíneo e normaliza a pressão.
    Pimenta Cumari: Pimenta verde pequena, muito picante e ligeiramente amarga, vendida fresca e em conserva. É brasileira nativa, mas pode ser encontrada também na Itália. Benefícios: alivia dores de cabeça, dores musculares e melhora a digestão.
    Pimenta Cumari-do-Pará: Triangular e amarela quando madura. Bastante picante e pode ser utilizada em conservas.
   Pimenta Cumari Verdadeira: Arredondada e ovalada, vermelha e muito picante.
    Pimenta Jalapeno: Pequena pimenta de sabor picante e coloração verde ou vermelha quando madura, sendo amplamente utilizada na culinária mexicana. Esta pimenta é muito popular não só pelo seu sabor mas também pela facilidade com que suas sementes são removidas.
    Pimenta Malagueta: Ideal para feijoada e para "esquentar" o acarajé. Altamente picante, é uma das mais populares no país, medindo de 2 a 3 cm de comprimento. molhos vermelhos de macarrão, entradinhas italianas e molhos de carne e lombo
    Pimenta Dedo-de-moça: Alongada e vermelha. Mais suave que a malagueta e ligeiramente mais picante que a jalapeno, é também bastante difundida no Brasil. Presta-se a uma grande variedade de pratos. Saborosa, integra molhos e acompanha peixes. Benefícios: alivia dores de cabeça, dores musculares e melhora a digestão.
    Pimenta Síria: Usada para condimentar pratos da culinária árabe, como carne de esfiha, quibe, recheio de charuto, legumes, entre outros. Benefícios: melhora a digestão, estimulando as secreções do estômago e ainda possui efeito anti-flatulência.
    Pimenta Cambuci: Vermelha em forma de campânula ou de sino. Com sabor adocicado pode ser utilizada em saladas.
Curipimenta03osidades sobre as pimentas
    “A pimenta traz consigo alguns mitos, como por exemplo o de que provoca gastrite, úlcera, pressão alta e até hemorróidas. Nada disso é verdade. Por incrível que pareça, as pesquisas científicas mostram justamente o oposto! Muitos dos benefícios da pimenta estão sendo investigados neste exato momento, pela comunidade científica e farmacêutica, originando alguns dos projetos de pesquisa mais picantes deste início de terceiro milênio. A substância química que dá à pimenta o seu caráter ardido é exatamente aquela que possui as propriedades benéficas à saúde.” - Dr. Alexandre Feldman
    Os registros mais antigos do consumo de pimentas datam de aproximadamente 9 mil anos, resultado de explorações arqueológicas em Tehuacán, México. Outros sítios arqueológicos pré-históricos (2500 a.C.) são conhecidos no Peru, nas localidades de Ancon e Huaca Prieta.
    O cultivo de pimentas era uma característica de tribos indígenas brasileiras quando do descobrimento do Brasil. Com a imensa variabilidade de pimentas nativas, certamente pode-se supor que diversas tribos cultivavam e colhiam pimentas; e o plantio de pimenta por tribos indígenas continua até hoje, como entre os índios mundurucus, da bacia do rio Tapajós.
    Há quem utilize a pimenta como tempero do amor, por acreditar que seja afrodisíaca, e também os que juram que ela afasta o "mau-olhado".
    Hoje, tailandeses e coreanos são considerados os maiores consumidores de pimenta do mundo; o consumo atinge até oito gramas por dia por pessoa. Por aqui, não há dados sobre o consumo, mas o cultivo é feito em praticamente todas as regiões, com destaque para Bahia, Ceará, Minas Gerais, Goiás, São Paulo e Rio Grande do Sul.
* Alimentos Termogênicos: Os alimentos termogênicos ajudam no metabolismo, que nada mais é do que a velocidade que o corpo queima calorias para se manter vivo, pois durante o processo de digestão fazem aumentar a temperatura do organismo.
    Exemplos de alimentos termogênicos: Gengibre, Chá verde, Pimenta Vermelha, Cravo, Canela, Mostarda, Vinagre de maça, Acelga, Aspargos, Couve, Brócolis, Laranja, Kiwi, Cafeína, Guaraná e até mesmo a água gelada

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Escondidinho de Carne Moída

escondidinho-de-carne-moída-2
 Ingredientes:
- 200gr de mussarela fatiada
- 50g parmesão ralado
- margarina para untar
Purê de Batatas:
- 1kg de batatas
- 1 colher (sopa) de margarina
- 1/2 cebola picadinha
- 1 xícara (chá) de leite
- sal a gosto
Carne moída:
- 600gr de carne moída
- 1 colher (sopa) de azeite
- 1 cebola picada
- 4 dentes de alho amassados
- 1 tomate picado
- 1 caldo de carne
- 1/2 lata de molho pronto
- 1 lata de ervilhas
- salsinha e manjericão bem picadinhos
- sal e pimenta-do-reino a gosto
Modo de Preparo:escondidinho-de-carne-moída
    Cozinhe as batatas e amasse. Numa panela, derreta a margarina e doure a cebola. Junte as batatas amassadas e mexa bem. Junte o leite e o sal e mexa por uns 5 minutos. Reserve.
    Numa panela, aqueça o azeite, doure a carne moída. Junte a cebola e o alho e deixe fritar. Junte o sal, a pimenta-do-reino e o tomate, deixe murchar. Junte as ervilhas, o molho, o caldo de carne e o cheiro-verde. Misture bem e deixe cozinhar por uns 10 minutos. Acerte o sal.
    Num refratário untado com margarina, espalhe metade do purê de batatas, por cima coloque a carne refogada, cubra com toda a mussarela e termine com o restante do purê. Polvilhe o parmesão ralado e leve ao forno para gratinar por uns 20 minutos.

domingo, 14 de junho de 2009

Salve Jorge!

Oi pessoal! Fazia tempo que não atualizava nossa categoria “Onde Comer em Piracicaba?” Mas, essa semana, com feriadão (já que sábado também foi feriado aqui em Piracicaba) tinha que rolar um programinha legal, não é mesmo?!

Desta fez, escolhemos o Salve Jorge!, um barzinho novo, que eu ainda não conhecia (para falar a verdade, eu nem sabia que existia :O). Um amigo nosso, foi DJ da noite, e nos convidou para conhecer o lugar. O ambiente é grande, tem mesas do lado de fora (tipo um mezanino) e mais dois ambientes dentro, um bem em frente ao bar, e um “salão” com palco para apresentações (tem som ao vivo todos os dias, ontem teve a “Banda Caibro”, que eu, particularmente, adorei!) e a mesa do DJ, ficamos lá. A decoração é simples mas é bem legalzinho, mesmo com o frio que fez ontem, lá dentro não deu nem para sentir!

Para começar, nós pedimos as bebidas, fomos de vinho tinto (suave, gostoso) e batida de champanhe e morango, muito, muito boa!

 

Para acompanhar as bebidas, pedimos uma porção de fritas com queijo, que chegou rapidinho, sequinha, quentinha (acompanha, catchup, maionese, mostarda).

Também pedimos uma porção de iscas de frango a milanesa, muito bem temperadinha, quentinha, sequinha, crocante e acompanhava um molhinho especial da casa, feito com maionese temperada com salsinha (e mais alguma coisa que não identifiquei). Saborosíssimo! Valeu a noite… hehe

 

O som estava bom, as porções também, daí… veio aquela vontade de beber uma cervejinha… com C.D.B. aaaaaaaaa, eu me perco nisso!

  

O Salve Jorge! tem uma promoção de aniversário muito legal, no dia do seu aniversário, você faz reserva para você e seus amigos, e ganha uma garrafa de champanhe (se a turma for menor que 10 pessoas) e uma garrafa de champanhe + um bolo (para turmas acima de 20 pessoas) e o aniversariante não paga portaria.

Dá para perceber, que o pessoal está começando agora, que a organização musical do lugar ainda não está dando certo, o som é muito alto, muito “ardido”, mas o atendimento é bom, rápido e eles capricham nas porções, o tamanho é bom, o sabor também e o preço vale!

Gostei de ter ido, e pretendo voltar, assim que tiver alguma programação que eu me interesse…

Salve Jorge!

Av. Carlos Botelho, 518

Piracicaba/SP

(19) 3402-9431

valor: média de R$35,00 por pessoa

sábado, 13 de junho de 2009

Espaguete com Carne de Soja

espaguete-natureba
Ingredientes: - 250gr de espaguete integral
- 2 xícaras (chá) bem cheia de proteína de soja (em cubos)
- 1 litro de água morna
- 1 caldo de bacon
- 1 caldo de carne
- 2 colheres (sopa) de azeite
- 1/2 cebola picada
- 4 dentes de alho picado
- 2 tomates picados
- 3 colheres (sopa) de salsinha picadinha
- 1 xícara (chá) de palmito picadinho
- sal a gosto
- pimenta do reino a gosto
- 1/2 sachê de molho pronto light
- 1 caixinha de creme de leite light
Modo de Preparo:     Numa tigela, dissolva os caldos no 1 litro de água morna e coloque a proteína de soja de molho por uns 30 minutos. Escorra bem e reserve.
    Cozinhe o macarrão como de costume e reserve.
    Numa panela aqueça o azeite, doure o alho e a cebola. Junte os tomates, a salsinha, o sal, pimenta e orégano. Refogue bem. Junte o molho de tomate e 1 copa (requeijão) de água, mexa, junte a proteína de soja, misture bem, tampe a panela e deixe em fogo médio por uns 10 minutos. Abra a panela, junte o palmito, acerte os temperos e deixe por mais 3 minutos. Junte o creme de leite, mexa bem e desligue o fogo. Junte o molho à massa, misture bem e sirva!

Se preferir pode trocar os caldos por caldo de legumes. :)

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Suflê de Frango

suflê-de-frango

Ingredientes:
- 3 peitos desossados e cortados em partes
- 500g de requeijão Catupiry
- 2 envelopes de caldo de galinha em pó
- 1 cebola picadinha
- 1 dente de alho amassado
- 1 lata de milho verde
- 1 vidro de palmito cortado em rodelinhas
- 500ml de molho branco
- parmesão ralado
- Salsa picada
- Azeite

Modo de Preparo:
     Aqueça uma panela e coloque o azeite, ponha o frango, junte os caldos, tampe e deixe cozinhar até amaciar. Desligue, deixe esfriar e desfie grosseiramente, junte a cebola e o alho, misture e reserve.
     Numa travessa refrataria espalhe todo o catupiry forrando todo o fundo, espalhe em camadas o frango desfiado, o milho verde, o palmito, a salsa, cubra tudo com o molho branco, espalhe o parmesão e cubra com papel alumínio. Leve ao forno médio/alto por 25 minutos, retire o alumínio e deixe gratinar, tire e sirva.

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Canelones de Salsicha

caneloni-de-salsicha-1
Vi esta receita no blog da Nani (Manjar de Idéias doces… e não só!), e adorei a praticidade e a combinação dos ingredientes, então resolvi testar e foi aprovada com certeza!
Acrescentei uma fatia de mussarela em cada canelone, pois não tinha na receita da Nani, e usei massa para lasanha fresca, no lugar dos canelones… então acabei usando menor quantidade dos molhos… mas ficou show!
caneloni-de-salsicha-2
Ingredientes:
- 12 salsichas frescas
- 12 canelones
- 12 fatias de mussarela (acrescentei por conta)
- 500 ml de molho bechamel (ou molho branco comum)
- 500 ml de molho de tomate
- queijo ralado para gratinar
Modo de Preparo:
    Rechear cada canelone com uma salsicha enrolada numa fatia de mussarela. Colocar o molho de tomate num refratário, colocar os canelones recheados por cima e cobrir com o molho bechamel. Polvilhar com o queijo ralado e levar ao forno quente para gratinar por 30 minutos. Sirva com saladas a gosto.

Amaciante para Carnes

amaciante para carnes
Oi à todos… respondendo à dúvidas, minha amiga Fla perguntou sobre o amaciante para carnes, então ai está ele!
“Amaciante de Carnes Maggi O amaciante de carnes Maggi é preparado com um ingrediente natural chamado Papaína e foi especialmente desenvolvido para deixar suas carnes mais macias e saborosas.”
Sempre utilizo o amaciante quando quero ter certeza que a carne fique molinha, sem precisar da panela de pressão, por exemplo em strogonoff, carne em tirinhas (que são fritas, tostadas e não cozidas), bifes… é muito bom, o resultado é excelente… é só polvilhar a carne com um pouco do pozinho e deixar uns 15 minutos… já tem um saborzinho… se eu não me engano a medida é de 1 colher (sopa) a cada 1Kg de carne. Esta é mais uma dica do blog “Na Cozinha da Carina”
Abraços!!!!
Para saber mais, e conhecer outros temperos acesse o site da Nestlé: http://www.nestle.com.br/

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Carne Chinesa a Minha Moda

carne-chinesa-a-minha-moda
Ingredientes:
- 800gr de contra-filé cortado em tirinhas (ou outra carne de sua preferência)
- 1 colher (sopa) de amaciante para carnes
- 2 dentes de alho amassados
- 2 colheres (sopa) de azeite
- 1 cebola cortada em tiras
- 2 cenouras cortadas em palitos
- 150gr de vagem cortadas em 3
- 5 pimentões verdes pequenos cortados em tiras
- 3 colheres (sopa) de mostarda
- 1 xícara (chá) de molho shoyo
- sal e pimenta-do-reino a gosto
Modo de Preparo:     Limpar a carne, cortar em tirinhas e polvilhar o amaciante de carne por cima, deixe descansar por 15 minutos.
    Numa panela, aqueça o azeite e doure a carne. Quando estiver fritando junte o alho e deixe ficar bem douradinha. Junte a cebola e deixe murchar levemente. Coloque a mostarda, o shoyo e a pimenta, misture bem. Junte a cenoura e a vagem, mexa, tampe a panela e deixe em fogo médio por 5 minutos. Abra, mexa, junte os pimentões, acerte o sal e deixe refogar por mais uns 10  minutos. Sirva com arroz.

Sopa Creme de Mandioca

Com essa mudança no tempo, esse friozinho, nada melhor que uma sopinha né? Aproveitei uns pedacinhos do pernil, e coloquei junto, porque, na minha opinião mandioca e carne de porco combinam…
sopa-de-mandioca
Ingredientes:
- 1 Kg de mandioca picada em pedaços grandes
- 2 colheres (sopa) de azeite
- 1 cebola picada grande
- 3 dentes de alho picados grandes
- 3 tomates em pedaços grandes
- meio maço de salsinha
- 4 batatas picadas em pedaços grandes
- 2 cenouras picadas em pedaços grandes
- 1/2 abobrinha em pedaços grandes
- 2 litros de água
- 2 caldos de carne
- 4 fatias de carne de porco (bisteca, pernil, ou sobras de pernil) bem picadinhas
- sal e pimenta-do-reino a gosto
Modo de Preparo:     Numa Panela de pressão, aqueça o azeite e doure o alho e a cebola, junte o tomate e refogue, junte a salsa, os caldos, o sal, e a pimenta, misture bem. Coloque 1 litro de água e deixe ferver por uns 3 minutos. Junte os legumes picados, misture e tampe a panela. Assim que começar a chiar, conte 30 minutos. Abra a panela, deixe esfriar um pouco e bata no liquidificador.
    Volte para a panela com a carne picadinha, acerte os temperos e deixe apurar por uns 10  minutos.
    Sirva em seguida, com pedacinhos de queijo meia cura picado.

terça-feira, 9 de junho de 2009

Pernil Pururuca

pernil-pururuca 
Ingredientes:
- 1 pernil traseiro c/ osso de aproximadamente 3Kg
- 8 dentes de alho amassado
- manjericão picadinho
- salsinha picadinha
- pimenta-do-reino
- suco de 3 limões
- 1 colher (sopa) de tempero pronto
Modo de Preparo:     No dia anterior, faça a marinada com todos os ingredientes, fure bastante o pernil e coloque dentro de um saco com o tempero, feche e deixe no mínimo 24 horas pegando gosto, virando sempre que puder (se puder temperar uns 3 dias antes, melhor)
    Para assar, use uma assadeira grande, pegue papel alumínio bem grande, enrole bem o pernil e leve ao forno pré-aquecido por mais ou menos 1 hora e meia, ou até ficar bem cozido. Retire o papel alumínio, regue com metade da marinada e volte ao forno. Quando estiver dourado, retire do forno, e coloque aos poucos o restante da marinando, pegando novamente o que cair na assadeira e regando até ele pururucar por inteiro. Volte ao forno por mais uns 30 minutos, sempre que puder, regue com o caldo que forma na assadeira. Fatie e sirva.

Cuscuz de Frango

Então, sabe aquele frango assado? Sobrou! Como ninguém gosta de frango assado requentado em casa, vem aquele pensamento: o que fazer com isso??? Eis que surge a idéia de um gostoso cuscuz para o jantar!
Foi usada as sobras do frango assado, inclusive a cebola que estava dentro dele… e ficou uma delícia! Segue a receita:
cuscuz-de-frango
Ingredientes: - 3 xícaras (chá) de frango desfiado (pode ser peito, ou sobras de frango assado)
- 3 colheres (sopa) de azeite
- 1 cebola picadinha
- 2 dentes de alho amassados
- 2 tomates picadinhos
- cheiro-verde a gosto
- 1 caixinha de milho e ervilha (juntos)
- 1 sachê de molho pronto
- 1 xícara (chá) de água
- 1 caldo de frango assado
- sal e pimenta-do-reino a gosto
- orégano
- 2 xícara (chá) farofa pronta
- 3 xícaras (chá) de farinha de milho
- 2 ovos cozidos e 1 tomate em rodelas para decorar
Modo de Preparo:
    Numa panela, aqueça o azeite e doure a cebola e o alho. Junte o tomate, o cheiro verde, o caldo de frango assado, a pimenta-do-reino, o orégano, misture bem, e deixe que o tomate comece a desmanchar. Junte o milho e ervilha, o molho de tomate, mexa bem. Junte o frango desfiado, e deixe apurar por uns 10 minutos. Com o fogo bem baixo, vá juntando as farinhas aos poucos até dar o ponto desejado (tem quem goste mais molinho e quem prefere mais firme).
    Numa assadeira de buraco no meio, coloque as rodelas de ovo e tomate bem colada nas bordas, depois, vá colocando o cuscuz aos poucos e apertando bem até acabar. Deixe esfriar uns 15 minutos e desenforme!

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Frango Assado com Farofa

Quem lê o título de hoje, deve pensar: “nossa!!! frango assado com farofa… eu compro todo domingo na rotisserie… prontinho…que receita heim!??
Maaaaaaasss, acontece o seguinte, semana passada, numa ida ao supermercado, o frango estava em promoção, então resolvemos (eu e minha mãe) levar um… deixar no freezer, e fazer um dia desses… o dia chegou… hoje, no almoço.
frango-assado-com-farofa
Para não cair na mesmice de frango temperado, assado, resolvi inventar moda, ficou muito bom viu!! Segue a receita:

FRANGO ASSADO
frango-assado
Ingredientes:
  • 1 frango inteiro
  • tempero que você preferir (usei, caldo de galinha em pó, manjericão, salsinha, sazon sabor “nordeste”, tempero pronto, limão e vinagre… mistura tudo e ensopa o frango, deixa de um dia para outro)
  • 200gr de bacon em fatias
  • 4 batatas grandes cortadas em pedaços médios
  • 2 cebolas cortadas em 4
  • margarina
  • orégano
Modo de Preparo:
     Retire o frango da marinada, forre uma assadeira com papel alumínio, deixando o papel maior, para poder cobrir o frango. Pegue o frango, coloque as cebolas dentro dele, besunte um pouco de margarina, disponha as batatas cruas ao lado despeje metade do tempero, cubra com papel alumínio, e leve ao forno pré-aquecido, por uns 30 minutos, até estar cozido. Retire o papel alumínio, coloque as fatias de bacon, despeje o restante da marinada, e leve novamente ao forno por mais 30 minutos, ou até que doure bem, e o bacon fique tostado. Acompanha a farofa de miúdos.

FAROFA DE MIÚDOS
farofa-de-miúdos

Ingredientes:
  • 150 gr de bacon picado em cubos
  • os miúdos do frango picadinho
  • 1/2 cebola
  • 3 dentes de alho
  • bastante salsinha
  • pimenta-do-reino
  • sal se necessário
  • 1 xícara (chá) farofa pronta
  • 2 xícaras (chá) de farinha de milho
Modo de Preparo:
     Coloque o bacon picado numa panela e frite bem, junte os miúdos e frite até dourar. Junte a cebola e o alho, deixe dourar. Junte a salsinha a pimenta-do-reino, mexa bem, coloque as farinhas aos poucos, sempre misturando bem. Acerte o sal e sirva!

domingo, 7 de junho de 2009

Filé de Peixe à Parmegiana

filé-de-peixe-a-parmegiana-2

Ingredientes:
- 4 filés de peixe tipo linguado, pintado ou merluza
- sal e pimenta-do-reino a gosto
- 1 xícara (chá) de farinha de trigo
- 3 ovos
- 1 xícara (chá) de farinha de rosca
- 3 colheres (sopa) de azeite
- 4 dentes de alho picados
- 1kg de tomates picados
- 1 cubo de caldo de legumes
- 1 cebola
- 2 xícaras (chá) de queijo mussarela ralado

filé-de-peixe-a-parmegiana-1

Modo de Preparo:
    Tempere os filés com sal e pimenta. Passe na farinha de trigo, no ovo batido e na farinha de rosca. Frite em óleo quente, escorra em papel absorvente e coloque num refratário. Em uma panela, aqueça o azeite e frite o alho. Adicione os tomates e refogue por 5 minutos. coloque no liquidificador e bata com o caldo de legumes e a cebola. Volte à panela e tempero com sal e pimenta. Distribua o molho de tomate por cima dos filés, polvilhe com a mussarela ralada e leve ao forno médio, pré-aquecido, por 10 minutos. Sirva com arroz de sua preferência (branco ou integral).

Obs: fiz 8 filés e usei mussarela fatiada.

sábado, 6 de junho de 2009

Croquete de Carne

croquete-de-carne
Ingredientes:
- 1Kg de carne moída
- 1 cebola picadinha
- 2 colheres (sopa) de óleo
- 3 dentes de alho amassados
- cheiro-verde a gosto
- sal e pimenta-do-reino a gosto
- 1Kg de batatas
- 3 ovos batidos
- farinha de rosca
- óleo para fritar
Modo de Preparo:
    Descasque as batatas e coloque na panela de pressão para cozinhar. Deixe-as bem molinha, escorra, esprema (é bom comprar uma batata de boa qualidade, que não junte água).
    Numa panela aqueça o óleo, e leve a carne moída para fritar, ela vai soltar água; espere secar e deixe que doure um pouco. Junte o alho, a cebola, o cheiro-verde, o sal e a pimenta-do-reino. Mexa be, refogue bem, reserve.
    Numa tigela, misture a batata amassda e a carne moída refogada. Pegue porções e molde os croquetes. Empane na farinha de rosca, ovo e farinha de rosca de novo. Frite em óleo quente. Escorra e sirva.

Suflê de Couve-flor

suflê-de-couve-flor Ingredientes:
- 3 colheres (sopa) de margarina
- 1 cebola picada
- 2 cubos de caldo de galinha
- 2 xícaras (chá) de leite
- 4 ovos (claras e gemas separadas)
- 1 xícara (chá) de farinha de trigo
- 1 couve-flor pequena cozida e picada
- 50g de queijo parmesão ralado
- sal e pimenta-do-reino a gosto
- 1 colher (café) de fermento em pó
- margarina para untar
Modo de Preparo:
    Em uma panela, em fogo médio, coloque a margarina e frite a cebola até dourar levemente. Acresente o caldo de galinha, o leite, as gemas, a farinha e mexa até engrossar. Retire do fogo, acrescente o couve-flor, o parmesão, o sal, pimeta-do-reino e misuture bem. Reseerve. Nabatadeira, bata as claras em neve e junte com o creme reservado com o fermento, misturando delicadamente com uma colher. Coloque num refratário alto de 22cm de diâmetro untado e leve ao forno médio, pré-aquecido, por 15 minutos ou até dourar levemente. Sirva em seguida.

Pão de Galinha

pão-de-galinha
Massa:
- 60g de fermento biológico fresco
- 3 colheres (sopa) de açúcar
- 1 pitada de sal
- 1 xícara (chá) de leite morno
- 3 colheres (sopa) de azeite
- 4 ovos
- 5 xícaras (chá) de farinha de trigo
- farinha de trigo para enfarinhar a superfície
- margarina para untar
- 1 gema para pincelar
Recheio:
- 3 colheres (sopa) de manteiga
- 1 cebola picada em cubos pequenos
- 4 xícaras (chá) de peito de frango cozido e desfiado
- 1 xícara (chá) de azeitonas verdes picadas
- 2 colheres (sopa) de extrato de tomate
- 3 colheres (sopa) de cheiro-verde picado
- 1 colher (sopa) de molho de pimenta tipo tabasco
- 1 xícara (chá) de requeijão cremoso
- sal a gosto
Modo de Preparo:
    Em uma tigela, coloque o fermento, o açúcar, o sal, o leite, o azeite, os ovos e misture. Adicione a farinha, aos poucos, e amasse até misturar. Transfira para uma superfície enfarinhada e sove. Deixe a massa descansar por 30 minutos.
    Em uma panela, derreta a manteiga e doure a cebola. Junte o frango e frite. Acrescente o restante dos ingredientes e refogue por 5 minutos.
    Com um rolo, abra a massa, coloque o recheio e enrole no formato de rocambole. Pincele com a gema e coloque em uma assadeira grande untada. Leve ao forno médio, pré-aquecido, por 50 minutos ou até dourar.