terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Baião de Dois

baião-de-dois-03

Estreiando minha Coleção Abril “Cozinha Regional Brasileira”, escolhi uma receita do livro de Pernambuco, que há muito tempo queria fazer. Não sei se ficou igual aos de lá mesmo, mas ficou ótimo. Comprei os ingredientes em são Paulo, na rua que só vende produtos do Norte, tudo de qualidade… eu amei!

Alterei a quantidade da receita original (porque era muito), usei feijão de corda no lugar de feijão verde e acrescentei a pimenta dedo de moça.

baião-de-dois

Ingredientes:
- 1/4 xícara (chá) de azeite
- 1 colher (sopa) de manteiga de garrafa
- 2 xícaras (chá) de toucinho defumado em cubos
- 1/2kg de carne de sol dessalgada e cortada em cubinhos
- 1 cebola picada
- 6 dentes de alho picados
- 4 xícaras (chá) de feijão de corda cozido
- 2 xícaras (chá) de arroz cozido
- 2 garrafinhas de leite de coco
- sal a gosto
- 1 pimenta dedo-de-moça (sem sementes) picadinha
- 2 e 1/2 xícaras (chá) de queijo coalho ralado grosso
- 1 maço de coentro ou cebolinha picados

Modo de Preparo:
    Leve uma panela ao fogo com o azeite e a manteiga, refogue o toucinho deixando-o bem dourado. Em seguida, coloque a carne de sol, fritando bem. Acrescente a cebola e o alho, sem parar de mexer. Adicione o feijão, misturando bem. Acrescente o arroz e o leite de coco, mexa. Tampe e deixe cozinhar até o leite de coco reduzir bastante. Prove o sal, corrija, coloque a pimenta picadinha.
    Espalhe o queijo coalho por cima e tampe a panela, deixe em fogo baixo até derreter o queijo. Na hora de servir, coloque o coentro ou a cebolinha por cima.

baião-de-dois-02

Receita original no livro: Cozinha Regional Brasileira - Pernambuco (Ed. Abril)

4 comentários:

Pratos da Bela disse...

Hummmmmmmmmmmmm
Muito bom aspecto
Jnihos

...Noêmia! disse...

Delicioso! Adoro!
:o)

welze disse...

olá menina, lindo seu baião. Esse prato é sucesso quase que mundial e não é à toa. É bom demais da conta

Figos & Funghis disse...

Carina, adorei a receita. Sempre que posso como o baião de dois quando vejo pela frente, mas nunca fiz. Comida nordestina é muito boa, sempre!
Bjinhos