quinta-feira, 31 de julho de 2008

Aniversário de Piracicaba - 241 anos

Amanhã, dia 1º de agosto é aniversário de Piracicaba, minha cidade. E como aqui é cheio de comidas típicas, "causos" e rica em Hitórias, vou postar um pouco sobre a cidade, e algumas receitas mais famosas.
História
rio O nome da cidade vem do tupi-guarani, significado "lugar onde o peixe pára". É uma referência às grandiosas quedas do rio Piracicaba que bloqueiam a piracema dos peixes.
Em 1766, o capitão-general de São Paulo, D. Luís Antônio de Souza Botelho Mourão, encarregou Antônio Corrêa Barbosa de fundar uma povoação na foz do rio Piracicaba. No entanto, o capitão povoador optou pelo local onde já se haviam fixados alguns posseiros e onde habitavam os índios Paiaguás, à margem direita do salto, a 90 quilômetros da foz, no lugar mais apropriado da região. A povoação seria ponto de apoio às embarcações que desciam o rio Tiête e daria retaguarda ao abastecimento do forte de Iguatemi, fronteiriço do território do Paraguai.
Oficialmente, o povoado de Piracicaba, termo da Vila de Itu, foi fundado em 1º de agosto de 1767, sob a invocação de Nossa Senhora dos Prazeres. Em 1774, a povoação constitui-se freguesia, com uma população estimada em 230 habitantes, desvinculando-se de Itu em 21 de junho.
Em 1784, Piracicaba foi transferida para a margem esquerda do rio, logo abaixo do salto, onde os terrenos melhores favoreciam sua expansão. A fertilidade da terra atraiu muitos fazendeiros, ocasionando a disputa de terras. Em 29 de novembro de 1821, Piracicaba foi elevada à categoria de vila, tomando o nome de Vila Nova da Constituição, em homenagem à promulgação da Constituição Portuguesa, ocorrida naquele ano.
A partir de 1836, houve um importante período de expansão. Não havia lote de terra desocupado e predominavam as pequenas propriedades. Além da cultura do café, os campos eram cobertos pelas plantações de arroz, feijão e milho, de algodão e fumo, mais pastagens para criação de gado. Piracicaba era um respeitado centro abastecedor.
Em 24 de abril de 1856, Vila Nova da Constituição foi elevada à categoria de cidade. Em 1877, por petição do então vereador Prudente de Moraes, mais tarde primeiro presidente civil do Brasil, o nome da cidade foi oficialmente mudado para Piracicaba, "o mais certo, o correto e como era conhecida popularmente".
Os produtos listados abaixo podem ser encontrados nos bares e restaurantes, ao longo da Rua do Porto, em trailler´s, barracas distribuídas pela cidade, alambiques, festas típicas. É bom salientar que a produção do vinho de laranja e uva e a cachaça são confeccionados artesanalmente pela comunidade trentina dos bairros de Santana e Santa Olímpia.
SALGADOSDOCESBEBIDAS
Churrasco de peixe
Bolinho de peixe
Cuscuz de peixe
Peixe frito
Piapara no tambor
Pintado na Brasa
Pamonha
Curau
Rapadura
Melado
Mel
Caldo de cana
Cachaça
Vinho de laranja
Vinho de uva
cachaça
A seguir, colocarei três receitas famosas da cidade: "Pintado na brasa do Mirante", "Piapara no tambor" e "Pamonha".

0 comentários: