sexta-feira, 18 de julho de 2008

Um pouco sobre condimentos

Ervas são folhas de várias plantas. Podem ser frescas ou secas. Especiarias são sementes, brotos, frutas, flores, cascas e raízes de plantas. As especiarias têm um sabor mais acentuado que as ervas. Em alguns casos, a mesma planta pode produzir tanto especiaria como erva. Outros condimentos são elaborados com misturas de especiarias (como o chili) ou de ervas (como o bouquet garni).
Ervas e especiarias podem ser armazenadas em recipientes à vácuo. A maioria das especiarias fica bem armazenada por cerca de um ano, duas vezes mais que as ervas secas, que, quando armazenadas, têm vida útil de seis meses.

Ervas
Veja abaixo algumas das ervas mais comuns utilizadas na culinária.
  • Manjericão: fresco ou seco, o sabor adocicado é essencial nos pratos italianos.
  • Louro: proporciona um sabor mais forte a ensopados e pratos com carne. Remova as folhas antes de servir.
  • Cebolinha: tem um sabor delicado e é normalmente usada como guarnição.
  • Dill (endro ou aneto): membro da família da salsa, é composto por folhas secas e frágeis. Seu distinto sabor pode ser destaque em qualquer prato, mas deve ser usado com moderação.
  • Manjerona: com um sabor próximo ao orégano, a manjerona é normalmente usada em peixes, carnes e aves, além de molhos de tomate.
  • Hortelã: comercializada tanto fresca como seca, é usada em saladas e também em chás.
  • Orégano: o forte sabor pode facilmente marcar pratos leves. Perfeito na maioria dos pratos italianos.
  • Salsa: ao comprá-la fresca, procure por maços bem verdes com bom aroma. Para armazená-la, lave bem e escorra o excesso de água. Envolva a salsa em papel toalha antes de colocá-la num saco plástico. Guarde na geladeira até utilizar na preparação de pratos. É normalmente usada como guarnição.
  • Alecrim: embora não combine com outras ervas, seu sabor peculiar é uma boa escolha para carnes e aves ou para pratos grelhados.
  • Sálvia: o sabor da sálvia fresca é mais forte que a sálvia seca, entretanto combina com carnes de animais silvestres, aves e recheios.
  • Estragão: é muito usado em aves, peixes e saladas, bem como em vários molhos. Estragão seco perde o sabor acentuado da folha fresca.
  • Tomilho: bastante utilizado para adicionar sabor às saladas, carnes, aves peixes, sopas e molhos cremosos. Também popularmente conhecido como 'timo'.
Especiarias
Dê mais tempero aos alimentos com:
  • Pimenta da Jamaica: recebe esse nome porque é semelhante ao sabor da canela, noz-moscada e cravo-da-índia juntas.
  • Alcaparra: do tamanho da ervilha, é o broto da flor do arbusto da família da Caparidácea. Encontrada principalmente na América Central e no Mediterrâneo, ela dá um gosto acentuado a molhos, patês e aperitivos.
  • Pimenta de Caiena: essa pimenta vermelha precisa ser usada com moderação para não alterar o sabor do prato. Essencial na culinária latino-americana e meridional.
  • Chili em pó: como o curry, ele é uma mistura de especiarias picantes e chili.
  • Canela: enquanto a casca seca é usada principalmente em sobremesas, a canela em pau pode ser utilizada para dar sabor à cidra e outras bebidas quentes.
  • Cravo-da-Índia: esta especiaria adocicada é comercializada integralmente e é utilizada em carnes assadas e sobremesas.
  • Cominho: é utilizado em vários pratos latino-americanos e meridionais devido ao seu sabor acentuado. Deve ser usado com moderação.
  • Curry em pó: é formado pela mistura de várias especiarias como cúrcuma, cardamono, cominho, pimenta, cravo-da índia, canela, noz-moscada e, às vezes, gengibre. O chili esquenta o paladar e o alho seco oferece densidade de sabor. A mistura do curry varia dependendo do uso.
  • Gengibre: com aspecto retorcido, ele proporciona um aroma e um sabor diferente aos pratos. É muito usado em pratos orientais.
  • Noz-moscada: com uma fragrância acentuada e um sabor marcante e ligeiramente adocicado, ela é usada em alimentos assados, doces, sobremesas, carnes, molhos, saladas e gemadas.
  • Páprica: dá um toque especial sem apimentar muito pratos como salada de batatas e frutos do mar.
  • Açafrão: essa especiaria perfumada é usada, na maioria das vezes, em sopas e risotos.
  • Cúrcuma: assim como o gengibre, é um ingrediente essencial do curry em pó e já foi conhecida como açafrão da Índia. Deve ser usada com moderação: uma pitada já é o suficiente.
http://lazer.hsw.uol.com.br/condimentos.htm

3 comentários:

Clarissa Ramos disse...

Oi, Carina, tudo bem? Que bacana ver o artigo do site HSW por aqui. Cheguei até o seu blog através de uma busca por blogs que têm falado/citado o HowStuffWorks. É que eu trabalho na Edelman, agência de RP deles aqui no Brasil e essa é uma ótima forma de perceber e sentir a receptividade a respeito do site, dos artigos e tb pra ter idéias novas. Ainda não tinhamos visto um artigo relacionado à culinária em um blog de culinária! Tem receitas bem gostosas por aqui. Um abraço.

Sarah Mendes disse...

Olá carina!
Faço parte de um site de nutrição: o Portal nutrição em foco! Quero fazer uma materia especial sobre condimentos específicos para carnes vermelhas, e vi que você entende bem do assunto. Adorei sua postagem e gostaria que compartilhasse comigo seu com=nhecimento, memandando sugestoes de alguns livros, sites e outras fontes de pesquisa!Além disso, você está convidadíssima a participar do portal, enviando suas receitas e dicas gastronômicas que serão publicadas para o Brasil e para o mundo!
www.nutricaoemfoco.com.br
Dá uma olhadinha ae!!

beijos

Na Cozinha da Carina disse...

Oi Clarissa, agora mais que antes visito o site de vcs, pois estou fazendo reeducação alimentar, tentando pelo menos; e meu noivo descobriu que tem diabetes! Obrigada, pelo somentãrio

Oi Sarah... muito legal o site de vcs, fui dar uma espiadinha e já coloquei nos favoritos...
postei sobre temperos para carnes vermelhas: http://nacozinhadacarina.blogspot.com/2009/04/temperando-carnes-vermelhas.html
espero que goste, se quiser mais alguma informação, é só enviar um email...
abraços

Carina